Close

Not a member yet? Register now and get started.

lock and key

Sign in to your account.

Account Login

Forgot your password?

A presença digital enganosa

16 mai Blog | Comentar

Em um de­ba­te re­cen­te com pro­fis­sio­nais de co­mu­ni­ca­ção, um as­sun­to me cha­mou a aten­ção e ­acho im­por­tan­te um aler­ta. Tra­ta-se da ‘‘pre­sen­ça di­gi­tal ­enganosa’.

Cer­ta­men­te mo­ti­va­das por acha­rem que par­ti­ci­par de mí­dias so­ciais é a ‘‘­moda’’ do mo­men­to, inú­me­ras em­pre­sas têm di­vul­ga­do sua pre­sen­ça di­gi­tal che­gan­do ao ab­sur­do de nem mes­mo te­rem se ca­das­tra­do nas prin­ci­pais re­des. Uma gran­de par­te até es­tá pre­sen­te, mas de for­ma to­tal­men­te equi­vo­ca­da. Exis­tem até íco­nes de re­des so­ciais em ho­me pa­ges de si­tes cor­po­ra­ti­vos que nem mes­mo têm os de­vi­dos ­links pa­ra di­re­cio­nar o vi­si­tan­te web.

O pla­no de ­ação de vá­rias em­pre­sas es­tá sen­do as­sim: o di­re­tor che­ga na sa­la da ‘‘­moçada’’ da em­pre­sa e per­gun­ta ­quem ali sa­be me­xer no ‘‘Or­kut, Fa­ce­book, es­sas coi­sas aí…’’. Pra­ti­ca­men­te to­dos di­zem que sim, o di­re­tor ­olha pa­ra a ca­ra de um e diz: ‘‘Vo­cê! Cui­da des­se ne­gó­cio aí pra nos­sa ­empresa’’. E vi­ra as cos­tas e vai em­bo­ra. Le­do e pe­ri­go­so en­ga­no! Só não sei se o ­pior é a pos­tu­ra do ges­tor ou do pró­prio fun­cio­ná­rio que, mes­mo sem ter a me­nor no­ção de es­tra­té­gias di­gi­tais cor­po­ra­ti­vas, as­su­me es­ta enor­me res­pon­sa­bi­li­da­de.

A par­tir do mo­men­to que uma em­pre­sa di­vul­ga sua pre­sen­ça di­gi­tal, au­to­ma­ti­ca­men­te ge­ra ex­pec­ta­ti­vas nas pes­soas. E se nem to­dos fo­rem clien­tes ati­vos ou po­ten­ciais, na in­ter­net to­dos são for­ma­do­res de opi­nião com in­fluên­cia gi­gan­tes­ca. A prin­ci­pal ex­pec­ta­ti­va ge­ra­da é que a par­tir do mo­men­to que uma em­pre­sa ou mar­ca co­me­ça a fa­zer par­te das mí­dias so­ciais, acre­di­ta-se que ha­ve­rá um ca­nal aber­to pa­ra con­ver­sa­ção. Frus­trar es­ta ex­pec­ta­ti­va é mui­to ­pior do que não ­criá-la.

Se al­guém es­tá sen­do en­ga­na­do na ‘‘pre­sen­ça di­gi­tal ­enganosa’’, são so­men­te os pro­fis­sio­nais que as pra­ti­cam. Pa­ra o usuá­rio web, bas­ta ape­nas um cli­que pa­ra tro­car de for­ne­ce­dor. E ­pior, um pe­que­no ­post pa­ra aba­lar re­pu­ta­ções.

No al­to das nos­sas po­si­ções de exe­cu­ti­vos e em­pre­sá­rios, pre­ci­sa­mos pa­rar de ­achar que as pes­soas não são in­te­li­gen­tes. São sim, e mui­to. ­Além dis­so, ago­ra es­tão or­ga­ni­za­das em re­des vir­tuais que co­lo­cam o po­der nas ­mãos de­las.

Pen­se nis­so!

Matéria originalmente publicada no jornal Folha de Londrina e FolhaWeb em http://www.folhaweb.com.br/?id_folha=2-1–2424-20110516

@jpbalthazar

Google+